sorayaImagine quantas pessoas entram todos os dias nas redes sociais! Imaginou? Agora, calcule quantos negócios essas pessoas geram. E isso que nem citamos os serviços online, prestação de serviços públicos, etc

Em outras palavras, trabalhar como Social Media não é – e nunca foi –  brincadeira e a responsabilidade comercial é enorme.

Mas para não se perder dentro do volume de pessoas que comentam todos os dias pelas redes socais e obter sucesso com as (crescentes) demandas que as redes sociais possibilitam é que está rolando no mundo todo os 6C’s do social media.

Soraya Renfro, social media da kakoi Comunicação, comentou sobre cada um destes 6C’s e como um social media pode – e deve – tirar proveito de cada conceito.

1 – Conversação (Conversation)
O Social Media precisa estar antenado com o público e entrar na onda. Uma linguagem com estilo faz toda a diferença.

“Conversar é trocar informações e uma marca/empresa precisa da interação. Saber o que estão falando sobre a companhia. O fundamental é saber escutar e não apenas soltar conteúdo e deixar acontecer. O internauta não quer ser apenas ouvido, e sim compreendido” diz Soraya.

2- Cultura (Culture)
Se as pessoas possuem seu estilo de vida, de moda, de música, de alimentação na vida real, elas farão a mesma coisa no mundo virtual. Por isso, um social media precisa saber quais são os costumes culturais de seu público para manter o engajamento alto.

“Imagine só um social media usando gírias de futebol em uma página direcionada ao público que escuta música sertaneja?!?  Não vai casar e vai, de certa maneira, ofender os seguidores da página” explica Soraya, ressaltando que o social media precisa ter certeza de que o seu conteúdo está chegando da forma mais assertiva possível.

3 – Neutralidade no conteúdo (Content Neutrality)
Apps como Whatsapp e plataformas mais ”tradicionais” com o Twitter crescem sem parar – e geram conteúdo, polêmicas, oportunidades, etc. Portanto, as marcas precisam de estratégias para cada uma dessas ferramentas.

“É o tal do conceito de criar conteúdo que todos os tipos de público conseguirão ver. Um internauta encontra algo no Face e compartilha pelo Twitter, por exemplo. A rapidez com que novas plataformas surgem ou são adotadas por usuários antigos é rapidíssimo” conclui Soraya.

Em outras palavras, mantenha o conteúdo pelo conteúdo adaptado para todas as redes sociais imagináveis do mundo.

4 – Necessidades da país ou região (Country Needs)
Globalização, lembram deste termo? Pois ele nunca deixou de ser usado. Usar as ferramentas sociais (o global) com o interesse da região (o local) vai depender de cada mercado e de cada estratégia da equipe de Social Media.

“É preciso perguntar: as pessoas conhecem bem a marca que estou trabalhando? E eu, como social media, sei o que essa marca representa para a cidade, o estado ou para público alvo? O social media de sucesso sabe exatamente como usar o Pão de Açúcar, por exemplo, para engajar os cariocas em alguma ação assim como o social media sabe que o mesmo Pão de Açúcar não teria o mesmo efeito para uma campanha em Goiânia, por exemplo”.

Um dica importante de Soraya é sempre adaptar o conteúdo com a realidade local.

5 – Aparelhos celulares (Cellphones)
O mobile é maioria esmagadora hoje em dia no acesso com redes sociais – por isso, social media com celular TOP sempre na mão e, acima de tudo, sabendo como usar.

“Não da para descartar que o publico está por aí, andando e fotografando, publicando, comentando… Celular é tudo hoje. Dá para saber o quanto a marca está sendo bem aceita, quem entra na loja, quem comprou o que, o que comentou, etc. É preciso estar atento e preparar planos conteúdo mais assertivos. Talvez um vídeo mais pesado não seja o modelo ideal para promover algo no WebChat” explica Soraya.

6 – Comunidades (Communities)
O interesse do público é mais importante do que uma abordagem mais tradicional por região. Vale estudar bem quem você quer atingir e definir o seu público alvo.

“Afinidade e engajamento sempre. Por exemplo, tivemos a apresentação da banda Kiss no Brasil, certo? Um produto dirigido para o público roqueiro durante um mês antes do show dá muito mais retorno do que uma ação nas cidades em que teremos os shows, apenas porque a banda estará passando por ali” conclui a social media da kakoi.

 

Sobre a kakoi Comunicação
A Kakoi Comunicação é uma empresa cujo  objetivo é proporcionar aos clientes os melhores resultados com ações simples, porém focadas em nosso compromisso de abranger qualidade X resultado. Na Kakoi a necessidade do cliente é uma necessidade nossa. Contamos com equipe especializada em diferentes áreas para garantir a pluralidade dos projetos abrangendo a maior frente possível de comunicação.

Previous post

Visite as tradicionais vinícolas da Califórnia

Next post

Fundador da rede de Centros de Ensino Fisk, Richard Hugh Fisk recebe prêmio “Personalidade Privada do Franchising” da ABF

Kakoi Comunicação

Kakoi Comunicação

A Kakoi Comunicação é uma empresa nova que nasce com o objetivo de proporcionar aos clientes os melhores resultados com ações simples, porém focadas em nosso compromisso de abranger qualidade X resultado.

Na Kakoi a necessidade do cliente é uma necessidade nossa. Contamos com equipe especializada em diferentes áreas para garantir a pluralidade dos projetos abrangendo a maior frente possível de comunicação.