Os brasileiros “Olhos Sujos de Azul”, “Ilha” e “Edifício Tatuapé Mahal” também foram premiados

                                                                                            
A terceira edição do Festival de Finos Filmes, encerrada na noite de ontem, em São Paulo, anunciou os vencedores em cerimônia comandada pelo curador Felipe Poroger. O júri, formado pelos cineastas João Paulo Miranda, Hamy Ramezan e Rungano Nyoni, escolheu como melhor filme o filipino Feliz Ano Novo, dirigido por Joseph Laban, que retrata o caos do maior hospital público de Manila na véspera do Ano Novo. O melhor curta nacional foi o filme Olhos Sujos de Azul, de Bia Vilela; melhor roteiro foi para o alemão À Distância, de Florian Grolig;  o melhor diretor,  Ismael Moura com o curta IlhaEdifício Tatuapé Mahal, de Carolina Markowicz e Fernanda Salloum, levou o prêmio especial de reconhecimento artístico.

Dos 700 realizadores que inscreveram os seus curtas-metragens no III Festival de Finos Filmes, 16 participaram da competição oficial do evento que, de 6 a 10 de maio, ocupou as salas do Museu da Imagem e do Som (MIS) e FAAP. A Finlândia foi o país homenageado nesta edição, com a exibição de recentes produções em curta-metragem do país, fruto da parceria entre o Festival de Finos Filmes, a Finnish Film Foundation e a Av-arkki (The Distribution Center for Finnish Media Art). O III Festival de Finos Filmes trouxe também a Mostra Holandesa de Animação, resultado da parceria com a EYE International pelo segundo ano seguido. Foram exibidos curtas-metragens animados, destaques da cinematografia holandesa, incluindo “(Otto)”, o novo filme dos realizadores de “A Single Life”, indicado ao Oscar de Melhor Curta-Metragem de Animação.

Premiados:
Melhor Filme: Feliz Ano Novo, Joseph Laban (Filipinas)
Melhor Filme Nacional – Olhos Sujos de Azul, Bia Vilela (Brasil-Alemanha)
Melhor Direção – Ilha, Ismael Moura (Brasil)
Melhor Roteiro – À Distância, Florian Grolig (Alemanha)
Reconhecimento Artístico – Edifício Tatuapé Mahal, Carolina Markowicz e Fernanda Salloum (Brasil)

Finos Filmes é uma realização da produtora Finos Filmes, com apoio do MIS – Museu do Imagem & Som, FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado, Folha de São Paulo, Caixa Belas Artes, Estúdio JLS e UpMix. A Finnish Film Foundation, Av-Arkki – Distribution Center for Finnish Art Media e a Eye International – Marketing & Promotion of Dutch films também assinam como parceiros. Mais informações em  www.facebook.com/finosfilmes.

Contato

SPMJ Comunicações
Tel. 11. 3289-2699
spmj@spmj.com.br

Previous post

Pointer do Brasil lança primeiro seguro popular do país

Next post

Avaliação do conselho de administração precisa ser constante

SPMJ Comunicação

SPMJ Comunicação

Especializados em mídia a SPMJ Comunicação é uma agência dinâmica, habilitada para diversos serviços de comunicação empresarial. Criada em 1986, a SPMJ nasce na efervescência de um novo contexto global: tecnologias midiáticas inovadoras começavam a surgir, a comunicação digital posicionava-se para derrubar as velhas fronteiras, prestes a tornar o movimento virtual o ritmo do cotidiano.

Durante esses 28 anos de história, nos quais novos modelos informacionais nunca cessaram de aparecer, a SPMJ acumulou experiência para transformar-se em guia privilegiado - e personalizado - no preparo de empresas, entidades e movimentos às especificidades dos novos tempos.

Em parceria com grandes agências espalhadas por todos os continentes, atendemos países e corporações de renome mundial nas áreas de aviação, tecnologia, indústria naval e petrolífera, ciência e saúde, educação, cultura e entretenimento, turismo, comportamento, consumo e finanças. A diversidade de segmentos compreendidos em nosso escopo de atuação não apenas atesta o caráter singular da empresa, como, também, demonstra preparo e estímulo para sempre aceitar novos desafios. Para onde o futuro apontar, a SPMJ Comunicação seguirá o mesmo caminho.