Comum em cães e gatos, o tártaro está presente na dentição de cerca de 80% dos animais adultos. Ele é responsável por causar doença periodontal que causa o mau hálito e essa deve ser tratada o quanto antes. Segundo a veterinária Sirlei Manzan, se a doença não controlada, pode causar desde uma inflamação da gengiva até a perda dos dentes, e se não bastasse isso, ainda pode comprometer o coração, pulmão, fígado, rins e outros órgãos vitais

Os  cães possuem 42 dentes na boca e o acúmulo de alimentos entre eles é a principal causa da placa bacteriana e do tártaro. Segundo a veterinária, as raças de pequeno porte, por possuírem os dentes mais juntinhos são as mais afetadas com o problema.

O melhor remédio contra a doença é a prevenção, por isso a veterinária ressalta que é preciso escovar os dentes de cães e gatos pelo menos três vezes por semana. Outra dica importante é que o animal coma apenas ração e petiscos especiais que ajudem a combater o tártaro. Alguns brinquedos também auxiliam na prevenção. “Além disso, é fundamental que o animal faça uma limpeza de tártaro anualmente”, orientou Sirlei Manzan.

A veterinária alerta que quanto mais tempo o tutor demora para levar o pet para fazer limpeza dos dentes, maiores são as chances do tártaro evoluir para uma doença grave. “Fique atento a saúde bucal do seu pet, mau hálito não é normal. Se o animal estiver com mal cheiro na boca, procure o quanto antes um veterinário”, finalizou

Previous post

Portarias automatizadas garantem segurança e economia para condomínios

Next post

Coach, Headhunter e Mentor: Você sabe a diferença?

ARES Comunicação

ARES Comunicação

Construir, consolidar e manter a boa reputação de uma organização junto aos seus públicos estratégicos. Esta é a proposta da ARES Comunicação, empresa fundada em 2008, pela jornalista Fabiana Barcelos. A empresa oferece consultoria para avaliar, planejar e executar estratégias de comunicação corporativa, sempre com foco nos objetivos organizacionais e no relacionamento estruturado com os públicos de interesse (stakeholders).