Triatleta profissional mineiro conquista o maior sonho de sua carreira, e vai competir no Havaí, numa das mais duras provas do triathlon de longa distância

O mineiro, educador físico e triatleta profissional Thiago Vinhal é presença confirmada no Campeonato Mundial de IronMan, em Kona, no Havaí, que será neste dia 14 de outubro. A competição é a edição mundial de uma das mais duras provas do triathlon, que envolve 3,8 Km de natação, 180 de ciclismo e 42 Km de corrida, e a seleção de seus participantes não poderia ser diferente. Para participar do quadro de atletas profissionais do IronMan Havaí esse ano, Vinhal precisou figurar entre os 50 melhores atletas do mundo em competições de triathlon de longa distância, o que foi uma jornada de muitos anos de preparação e competições, praticamente sem apoio algum, num esporte extremamente caro e elitizado.

Aclamado no meio do triathlon por ser o primeiro atleta profissional negro a participar da competição mundial, Thiago conta que o gosto pelo esporte iniciou desde cedo. “Comecei a nadar, na verdade, aos três anos e, com o passar do tempo, o amor ao esporte foi crescendo e fazendo cada vez mais parte do meu dia a dia. Aos 18 anos, já nadava, corria e fazia algumas provas de aguathlon, conquistando bons resultados e chamando a atenção das pessoas”, conta ele.

Segundo ele, a paixão pelo triathlon aconteceu praticamente à primeira vista, logo nos primeiros contatos que teve com o esporte. Entre suas conquistas, conta com o vice-campeonato no IronMan Malásia em 2016; 7ª colocação no IronMan Brasil, em 2013, que aconteceu em Florianópolis (campeonato sul-americano da competição); 3ª colocação no IronMan Fortaleza (em 2014), entre outras.

A trajetória pelo esporte traz episódios curiosos e, entre altos e baixos, ele conta que aprendeu a valorizar cada um desses momentos, principalmente aqueles que parecem ser ruins à primeira vista. Em 2015, Vinhal participou do IronMan Japão, onde errou o caminho durante o trajeto de ciclismo, quando estava em 1º lugar na prova e, por isso, perdeu a colocação. “Acredito que, para conseguir alcançar nossos sonhos, devemos enxergar nos erros uma oportunidade de aprendizado. Foi uma frustração enorme, afinal, são anos de treino, dedicação de tempo, dinheiro, esforço, mas ao invés de abaixar a cabeça por ter estado em 1º lugar e perdido a colocação por uma falha minha, fui levado a enxergar que perdemos muito mais do que ganhamos, e saber perder e retirar algo positivo disso é ainda mais desafiador que conseguir ganhar”, diz ele.

Em outra ocasião, em 2016, Vinhal participou do IronMan Malásia, quando conseguiu a colocação de vice-campeão. Ele conta que perdeu a touca de natação no mar e, com o imprevisto, acabou se distanciando do restante do grupo que liderava a prova. “Confesso que, naquele momento, cheguei a desejar que uma água viva encostasse em mim e me retirasse da disputa”, diz ele. Mesmo assim, o triatleta conquistou o vice-campeonato, ficando apenas a 33 segundos de diferença do primeiro lugar, o que acabou sendo decisivo para sua participação no campeonato mundial.

Atualmente, Vinhal ministra palestras sobre determinação e conquista de objetivos para equipes de grandes empresas, como a Patrus Transportes. Ele está em sua melhor fase no triathlon e faz história, como um exemplo de superação e disciplina, inspirando crianças e jovens brasileiros que sonham, apesar de precisarem enfrentar tantas dificuldades e desafios impostos, no esporte, e na vida.

Foto destaque por Romulo Cruz

Previous post

Natal chegou: loja do Shopping Curitiba tem mais de 1.200 produtos

Next post

Um gato esperto e engraçado conquista a plateia do Clubinho

Assimptur Assessoria de Imprensa

Assimptur Assessoria de Imprensa

A notícia pode ser uma das alternativas mais interessantes para promover a imagem, os produtos e os negócios de sua empresa. A Assimptur Assessoria de Imprensa sabe como fazer isso. Com uma vasta experiência no mercado, a Assimptur oferece serviços que vão transformar o dia-a-dia de sua empresa em notícia nos mais variados meios de comunicação do Brasil e da América Latina.