Resultados do estudo MURANO, Fase 3 foram apresentados pela primeira vez, durante o 59o Encontro Anual da Sociedade Americana de Hematologia (ASH – American Society of Hematology), realizado em Atlanta, EUA.

–        A sobrevida livre de progressão da doença (SLP), estimada para 24 meses, foi de 84.9 por cento no grupo de pacientes que recebeu  venetoclax/rituximabe, versus 36.3 por cento no grupo de pacientes que recebeu  a combinação bendamustina e rituximabe, padrão de tratamento 1.

–        Um comitê independente de monitoramento revisou os resultados de MURANO, recomendando que o estudo fosse aberto, com base nos resultados positivos de SLP no grupo que recebeu venetoclax/rituximabe.

–        À época da análise, os dados de segurança eram consistente com os perfis já conhecidos dos medicamentos 1

–        Esta combinação, livre de quimioterapia, com base no estudo MURANO, está em processo de aprovação regulatória com autoridades de saúde dos Estados Unidos. No Brasil, venetoclax está em análise pela ANVISA.

CHICAGO, EUA – dezembro de 2017 – A AbbVie, companhia  biofarmacêutica global de pesquisa e desenvolvimento, apresentou, pela primeira vez, os resultados de eficácia e segurança de MURANO,  um estudo de Fase 3 internacional, multicêntrico, aberto e randomizado com venetoclax em combinação com rituximabe, em comparação com bendamustina em combinação com rituximabe, em pacientes com leucemia linfoide crônica (LLC) resistente/reincidente (R/R).

Os resultados analisados pelos pesquisadores demonstram que os pacientes com LLC R/R alcançaram uma sobrevida livre de progressão (SLP) com venetoclax em combinação com rituximabe, estatisticamente superior quando comparada à combinação bendamustina com rituximabe1. A estimativa da taxa de SLP em 24 meses nos dois grupos foi de 84,9 por cento e 36,9 por cento respectivamente1. Resultados semelhantes foram observados pelo Comitê  de Revisão Independente1. Além disso, a melhora foi consistente entre todos os subgrupos de pacientes avaliados no estudo clínico, incluindo aqueles com deleção no cromossomo 17p1.  Venetoclax está sendo desenvolvido pela AbbVie e Roche.  É comercializado nos EUA conjuntamente pela AbbVie e Genentech, uma empresa do Grupo Roche, e pela AbbVie fora dos Estados Unidos.

“Os dados do estudo MURANO representam uma evolução no tratamento de pacientes com LLC R/R, uma indicação para qual recebemos a classificação de Terapia Inovadora pela FDA”, informou o médico Michael Severino, vice-presidente executivo de pesquisa e desenvolvimento da AbbVie. “Estamos orgulhosos de apresentar estes resultados no ASH”.

“Esta análise do estudo MURANO mostrou  uma melhora significativa na SLP com venetoclax e rituximabe versus bendamustina e rituximabe, com resultados consistentes  em todos os pacientes analisados”, afirmou o médico John Seymour, do Peter MacCallum Cancer Centre &

Royal Melbourne Hospital,  Austrália, e pesquisador principal do estudo MURANO. “Com base nos resultados de eficácia e segurança deste estudo, a combinação venetoclax e rituximabe tem potencial para se transformar num regime livre de quimioterapia para pacientes com LLC R/R. Continuamos a monitorar a segurança e eficácia em pacientes para informações e dados adicionais”.

Estudo MURANO no ASH

O desenho do estudo apresentado no AHS incluiu um total de 389 pacientes com LLC R/R que receberam uma das três terapias incluídas no estudo.1 O estudo foi desenhado para avaliar a eficácia e segurança de venetoclax em combinação com rituximabe (194 pacientes, com idade media de 64,5 anos), em comparação com bendamustina em combinação com rituximabe (195 pacientes com idade média de 66 anos).1

 O objetivo principal do estudo foi avaliar a SLP, a qual foi determinada usando padrões internacionais para LLC (recomendações do International Workshop on Chronic Lymphocytic Leukemia).

No estudo, os efeitos adversos foram consistentes com o perfil de segurança já conhecido de venetoclax e rituximabe.

Sobre Venetoclax

Venetoclax é um inibidor da BCL-2, um tipo de proteína presente nas células normais do corpo e que geralmente está aumentada nas células da leucemia linfoide crônica, evitando o processo de morte natural das células tumorais (apoptose).  Venetoclax, ao se ligar à BCL-2, ajuda a restaurar o equilíbrio do  processo de apoptose.2,5

Venetoclax está sendo desenvolvido por uma colaboração da AbbVie com a  Genentech, empresa do grupo Roche. O medicamento é comercializado nos Estados Unidos pelas empresas AbbVie e Genentech e pela AbbVie fora dos Estados Unidos. Juntas, as companhias estão comprometidas com a pesquisa de BCL-2 com venetoclax, o qual está sendo avaliado em pesquisas clinicas em várias tipos de câncer hematológico.

Venetoclax está aprovado em 49 países, incluindo Estados Unidos e Europa.  A AbbVie, em colaboração com a Roche e Genentech, está trabalhando coma agências regulatórias ao redor do mundo para tornar este medicamento disponível para os pacientes que o necessitam.

Venetoclax recebeu a designação de Terapia Inovadora pela FDA, incluindo para pacientes com Leucemia Mieloide Aguda não elegíveis para o tratamento padrão por quimioterapia. Em novembro de 2017, a AbbVie e a Genentech receberam o Prêmio Galien pelo Melhor Produto Farmacêutico para venetoclax 11.

Venetoclax está sob análise regulatória no Brasil.

Sobre Oncologia na AbbVie

Na AbbVie, nos empenhamos para descobrir e desenvolver medicamentos que proporcionem melhorias transformadoras no tratamento do câncer ao combinar, de forma única, nosso profundo conhecimento em áreas fundamentais da biologia com tecnologias avançadas e com o trabalho conjunto com nossos parceiros – cientistas, especialistas clínicos, nossos pares na indústria, grupos de apoio a pacientes e os pacientes. Continuamos concentrados em proporcionar esses avanços transformadores no tratamento de alguns dos tipos de câncer mais  debilitantes e disseminados. Nós também estamos comprometidos em buscar soluções para ajudar os pacientes a terem acesso aos nossos medicamento contra o câncer.  Com a aquisição da Pharmacyclics em 2015 e Stemcentrx em 2016 e com nossos esforços de pesquisa e desenvolvimento por meio de parcerias, o portfólio em oncologia da AbbVie agora consiste em medicamentos já comercializados e  em várias novas moléculas que estão sendo avaliadas em todo o mundo em mais de 200 estudos clínicos, para mais de 20 tipos de tumores.  Para mais informação, acesse www.abbvieoncology.com

 Sobre a AbbVie

A AbbVie é uma companhia biofarmacêutica global, que tem o compromisso de desenvolver terapias inovadoras avançadas, para algumas das mais complexas e críticas condições de saúde.  A missão da companhia é usar seu conhecimento, equipe dedicada e foco em inovação para aprimorar, de forma notável, tratamentos em quatro áreas terapêuticas principais: imunologia, oncologia, virologia e neurociência. Em mais de 75 países, os funcionários da AbbVie trabalham todos os dias para desenvolver soluções em saúde para pessoas ao redor do mundo. Para mais informações, acesse www.abbvie.com. Siga @abbvie no Twitter, Facebook ou LinkedIn.

No Brasil, a AbbVie começou a operar no início de 2014.  Suas unidades de negócios locais incluem imunologia, neonatologia, virologia e oncologia e, entre suas diferentes áreas de atuação, conduz mais de 20 estudos clínicos, envolvendo mais de 1900 pacientes, em 120 centros de pesquisa. Para mais informação, acesse www.abbvie.com.br

 Referências

1 American Society of Hematology 59th Annual Meeting and Exposition; December 9-12, 2017; Atlanta, GA. (2017). LBA-2 Venetoclax Plus Rituximab Is Superior to Bendamustine Plus Rituximab in Patients with Relapsed/ Refractory Chronic Lymphocytic Leukemia – Results from Pre-Planned Interim Analysis of the Randomized Phase 3 Murano Study. https://ash.confex.com/ash/2017/webprogram/Paper109076.html. Accessed November 2017.

2 Venclexta (venetoclax) [Package Insert]. North Chicago, Ill.: AbbVie Inc.

4 American Society of Hematology 2017 Annual Meeting and Exposition. MURANO Study Interim Analysis Results. Presentation. December 12, 2017.

5 Venclyxto (venetoclax) Summary of Product Characteristics. December 2016.

10 U.S. Food and Drug Administration. Fact Sheet: Breakthrough Therapies. Available from: https://www.fda.gov/RegulatoryInformation/LawsEnforcedbyFDA/SignificantAmendmentstotheFDCAct/FDASIA/ucm329491.htm. Accessed November 2017

11 Galien Foundation. The Galien Foundation Honors Excellence in Scientific Innovation and Humanitarian Efforts at 2017 Prix Galien Awards Gala. Available from: https://www.prnewswire.com/news-releases/the-galien-foundation-honors-excellence-in-scientific-innovation-and-humanitarian-efforts-at-2017-prix-galien-awards-gala-300543930.html. Accessed November 2017.

 

Previous post

Upadacitinibe da AbbVie Demonstra Resultados Positivos em Monoterapia para Tratamento de Pacientes com Artrite Reumatoide, em Estudo de Fase 3

Next post

Nutricionista dá dicas para curtir o verão e as festas de fim de ano sem descuidar da alimentação

SPMJ Comunicação

SPMJ Comunicação

Especializados em mídia a SPMJ Comunicação é uma agência dinâmica, habilitada para diversos serviços de comunicação empresarial. Criada em 1986, a SPMJ nasce na efervescência de um novo contexto global: tecnologias midiáticas inovadoras começavam a surgir, a comunicação digital posicionava-se para derrubar as velhas fronteiras, prestes a tornar o movimento virtual o ritmo do cotidiano.

Durante esses 28 anos de história, nos quais novos modelos informacionais nunca cessaram de aparecer, a SPMJ acumulou experiência para transformar-se em guia privilegiado - e personalizado - no preparo de empresas, entidades e movimentos às especificidades dos novos tempos.

Em parceria com grandes agências espalhadas por todos os continentes, atendemos países e corporações de renome mundial nas áreas de aviação, tecnologia, indústria naval e petrolífera, ciência e saúde, educação, cultura e entretenimento, turismo, comportamento, consumo e finanças. A diversidade de segmentos compreendidos em nosso escopo de atuação não apenas atesta o caráter singular da empresa, como, também, demonstra preparo e estímulo para sempre aceitar novos desafios. Para onde o futuro apontar, a SPMJ Comunicação seguirá o mesmo caminho.