As soluções e os desafios para encontrar e manter talentos na equipe foi tema do encontro do Comitê de Empreendedorismo da Câmara Americana de Comércio

 

 

 

 

 

 

 

Mudanças tecnológicas e comportamentais ajudaram a transformar o relacionamento entre empresas e funcionários. O encontro do Comitê de Empreendedorismo da Câmara Americana de Comércio (Amcham-Curitiba), que aconteceu na última semana, teve como tema os desafios de gestores para engajar os colaboradores nos valores e objetivos da empresa nessa nova realidade. Os palestrantes João Trotta e Ananda Armani, ambos da ContaAzul – empresa brasileira que surgiu no Vale do Silício com uma plataforma de gestão financeira e contábil voltada para pequenas empresas –, apresentaram as inovações adotadas pelo grupo na busca, contratação e engajamento de novos talentos.

Trotta, que é Business Partner da empresa, destacou o papel fundamental do líder na criação de um ambiente motivador para os colaboradores. “Costuma-se dizer que o bom gestor acaba com os conflitos na empresa. Mas o conflito é uma certeza, faz parte da relação humana. Na verdade, o bom gestor é o que sabe administrar os conflitos existentes”, afirma o profissional de Recursos Humanos.

A Coordenadora de Talent Acquisition da ContaAzul, Ananda Armani, detalhou as etapas do processo seletivo adotado pela empresa, destacando que a primeira preocupação é desenvolver uma marca positiva como empresa empregadora. “É um trabalho que fica entre o RH e o Marketing”, explica Armani. Segundo ela, a ContaAzul se empenha para ser reconhecida no mercado por ter bom ambiente de trabalho e valorizar seus colaboradores. Essa estratégia otimiza o processo de encontrar e recrutar novos talentos. Ela cita como exemplo o Instagram da ContaAzul, cujo conteúdo é direcionado mais aos colaboradores e possíveis candidatos que aos clientes da empresa, que são priorizados em outras mídias.

Outra estratégia que tem se demonstrado eficaz é a realização das entrevistas técnicas antes da proposição de um desafio ao candidato. Essa inversão nas etapas exigiu que profissionais da mesma área de atuação dos candidatos fossem capacitados para integrarem o processo de seleção, mas reduziu o número de desistências durante a fase do desafio técnico, já que chegam à etapa depois de uma conversa mais detalhada sobre o dia a dia da função à qual concorrem.

Respondendo a perguntas dos gestores e profissionais de RH presentes na sede da Amcham Curitiba, João Trotta e Ananda Armani enfatizaram o trabalho conjunto entre esses profissionais. “A última etapa do processo seletivo é o consenso, quando reunimos todos os colaboradores que participaram das etapas anteriores”, disse Armani. “Quando o gestor está presente em todas essas etapas, ele compreende a importância e a complexidade desse processo.”

Sobre a Amcham

A Câmara Americana de Comércio é uma das maiores associações de empresas do Brasil, com 14 filiais em todo o País e mais de 5 mil empresas associadas. O objetivo da Amcham é criar um ambiente favorável de negócios por meio de boas práticas de mercado, capacitação profissional e cidadania empresarial.

Previous post

Pequenas e médias empresas são quase 70% dos associados da Amcham-Curitiba

Next post

Uninter garante dois grupos para a 2° fase do Renault Experience 2018

Página 1 Comunicação

Página 1 Comunicação