Alfabetização midiática e informacional ajuda jovens a reconhecerem notícias falsas, fontes não confiáveis e veículos tendenciosos

“Morre, aos 71 anos, o ator Sylvester Stallone”. É comum se deparar com notícias assim ao navegar pela internet que, apesar de chocantes, são falsas. Essas são as chamadas fake news que, segundo pesquisa divulgada pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts – MIT, elas têm 70% de chance a mais de se propagarem do que notícias verdadeiras. Além delas, outras questões em pauta são a falta de confiança nas fontes que divulgam informações e veículos de comunicação tendenciosos.

Para a UNESCO (Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura), a alfabetização midiática e informacional desde a infância é essencial para promover o acesso igualitário à informação. Por isso, alguns colégios brasileiros já inserem esses projetos em sua grade curricular.

No Colégio do Mary Ward, por exemplo, é feita toda uma ação para ensinar os alunos a reconhecerem como uma informação é produzida. Para trabalhar isso, eles fazem exercícios que têm o objetivo de treinar o olhar crítico e tirar a passividade do leitor diante da notícia. Durante as aulas de atualidades, os estudantes refletem e desenvolvem opinião própria com base em notícias veiculadas por diversos meios de comunicação.

Segundo Bruno Romano, professor de história e atualidades do Colégio, as aulas são de extrema importância para formar cidadãos críticos e conscientes. “A aula é construída em cima de referências para enriquecer a visão dos alunos, então eles analisam a repercussão da notícia, dados, entrevistas, e refletem sobre a questão. Esperamos construir um pensamento crítico dos estudantes”, afirma. Ele ainda completa: “a função dessa aula é provocar. O professor provoca os alunos para que eles percebam os critérios necessários para identificar uma informação minimamente responsável. Nosso dever é formar cidadãos com ética, que saibam construir ideias próprias”.

 

Sobre o Colégio Mary Ward

O Colégio Mary Ward é uma instituição que desenvolve seus trabalhos de educação há 78 anos, no bairro do Tatuapé, zona Leste de São Paulo.  Com uma infraestrutura diferenciada e instalações de alto padrão, a escola oferece ensino desde a Educação Infantil até o Ensino Médio, e tem como proposta pedagógica a formação de cidadãos que sejam agentes eficazes de transformação com a promoção de valores de fraternidade, humanismo social, caridade, solidariedade, gratuidade, respeito ao diferente, compreensão e tolerância.

Previous post

SSAB promove seminário técnico sobre aços de alta resistência aplicados à mineração

Next post

Teatro favorece desenvolvimento infantil, diz pedagoga

Communica Brasil

Communica Brasil

Fundada com o objetivo de oferecer ao mercado uma empresa criativa, eficiente e inovadora de comunicação integrada e de relações públicas, atende a clientes das mais diversificadas áreas de atuação por meio de projetos concebidos sob medida e executados com determinação a fim de conquistar resultados diretos para o negócio do cliente. Para algumas empresas, somos uma extensão do departamento de marketing e, para outras, executamos projetos pontuais. Não importa o serviço necessário, contamos com uma equipe competente, de variados segmentos da comunicação, para oferecemos soluções completas e com um alto nível de desempenho em nosso campo de atuação, sempre comprometidos com a qualidade, eficiência e resultados.