O Centro Universitário Internacional Uninter de Vacaria, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer e com a Academia Studio Saúde, promovem na próxima quinta-feira (16) a palestra “Treinamento de longo prazo: da iniciação ao alto rendimento”. O encontro acontece na Câmara Municipal, a partir das 19h.

O objetivo do evento é promover o debate e o conhecimento sobre atividades físicas com os alunos, docentes e com a comunidade. A palestra será ministrada pelo professor Tiaraju Orsi, vacariense especialista em Fisiologia do Exercício e doutorando na Universidade Estatal de Cultura Física, Esporte, Juventude e Turismo da Rússia (Moscou).

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no Polo Uninter de Vacaria. A participação no evento garante certificação de três horas de atividades complementares.

Sobre o Grupo Uninter

O Grupo UNINTER é o maior Centro Universitário do país, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).  Sediado em Curitiba – PR, já formou mais de 500 mil alunos e, hoje, tem mais de 200 mil alunos ativos nos mais de 200 cursos ofertados entre graduação, pós-graduação, mestrado e extensão, nas modalidades presencial, semipresencial e a distância. Com mais de 700 polos de apoio presencial, estrategicamente localizados em todo o território brasileiro, mantém quatro campi no coração de Curitiba. São 2 mil funcionários trabalhando todos os dias para transformar a educação brasileira em realidade. Para saber mais acesse uninter.com.

Em Vacaria e região a Uninter já formou mais de 800 profissionais e se concentra no Polo de Apoio Presencial e mais três extensões, nos municípios de Ipê, Muitos Capões e Bom Jesus, atendendo as demandas das cidades e regiões.

Serviço:

Palestra “Treinamento de longo prazo: da iniciação ao alto rendimento”

Data: 16 de agosto (quinta-feira)

Horário: das 19h às 22h

Local: Câmara Municipal de Vacaria – Rua Júlio de Castilhos, 1302, Centro

Previous post

Uninter Santa Cruz do Sul promove 3ª Semana Acadêmica Integrada

Next post

Capoeira: da marginalização à institucionalização

Página 1 Comunicação

Página 1 Comunicação