Leucemia Mieloide Aguda (LMA) é um dos tipos mais agressivos de câncer, com poucas opções de tratamento para pacientes sem indicação para quimioterapia intensiva.Novas indicações de venetoclax reforçam o compromisso da AbbVie com a pesquisa e desenvolvimento em onco hematologia

São Paulo – A AbbVie (NYSE: ABBV), companhia biofarmacêutica global baseada em pesquisa, anunciou a aprovação do medicamento oral venetoclax em combinação com um agente hipometilante, ou em combinação com citarabina em baixa dose, para pacientes recém diagnosticados com Leucemia Mieloide Aguda (LMA) e que são inelegíveis para quimioterapia intensiva, a critério do médico¹. A aprovação foi fundamentada em dados de dois estudos clínicos randomizados – o M14-358, estudo clínico de fase 1b/2, que avaliou venetoclax em combinação com agentes hipometilantes (azacitidina [n:84] ou decitabina [n=31]), e M14-387, estudo clínico de fase 1/2 de venetoclax em combinação com baixa dose de citarabina (n=82). Venetoclax está sendo desenvolvido pela AbbVie e Roche. É comercializado, nos Estados Unidos, pela AbbVie e Genetech, uma empresa do Grupo Roche, e pela AbbVie fora dos Estados Unidos, incluindo Brasil.

A leucemia mieloide aguda é um dos tipos mais comuns de leucemia em adultos. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), no Brasil, a estimativa de novos casos em 2018 é de 5,94 casos novos a cada 100 mil homens e 4,56 casos novos para cada 100 mil mulheres.

“LMA é um tipo de câncer no sangue extremamente agressivo e debilitante e, para os pacientes sem indicação para quimioterapia intensiva, o prognóstico é bastante pessimista. Dispor de uma nova opção de tratamento é um marco para a AbbVie, para os profissionais de saúde e, mais importante, para pacientes diagnosticados com esta doença. Estamos ansiosos por continuar na busca de novas opções de tratamento para tipos agressivos de câncer”, afirmou Karina Fontão, Diretora Médica da AbbVie no Brasil.

O estudo clínico M14-358 indicou que venetoclax em combinação com azacitidina ou decitabina resultou na remissão completa de 40,5 por cento e remissão completa com recuperação incompleta do sangue em 23,8 por cento. Para os pacientes tratados com a combinação de venetoclax com azacitina, os efeitos adversos mais comuns (≥5 por cento) foram neutropenia febril e pneumonia. Para aqueles tratados com venetoclax em combinação com decitabina, os efeitos adversos mais comuns (≥5 por cento) foram neutropenia febril, pneumonia, bacteremia e sepsis.1

O estudo clínico M14-387 mostrou também que os pacientes que receberam venetoclax em combinação com baixa dose de citarabina apresentaram taxa de remissão completa/remissão incompleta de 25,6% e 20,7% respectivamente. Os efeitos adversos mais comuns (≥5 por cento) foram neutropenia febril, pneumonia e sepsis.1

“Muitos dos pacientes com LMA não têm indicação para tratamento intensivo da doença, o que geralmente inclui quimioterapia intensiva. Somente uma minoria dos pacientes com LMA acima de 60 anos consegue tolerar a quimioterapia padrão necessária para obtenção de resultados ótimos”, afirmou Dr. Eduardo Rego, Professor Titular da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. “Contar com um novo medicamento para tratar LMA é encorajador para os pacientes e suas famílias”.

LMA, uma doença que acomete principalmente pacientes mais velhos, é a forma mais comum de leucemia aguda em adultos, na qual a medula óssea produz formas anormais e imaturas de células brancas, células vermelhas ou plaquetas., LMA é um câncer agressivo no sangue que, se não tratado, progride rapidamente.3

Aproximadamente 27 por cento de pacientes com LMA terão sobrevida de cinco anos ou mais4. A doença reaparece para a maioria dos pacientes com LMA dentro de três anos do diagnóstico. 6

A AbbVie também está investigando tratamentos para outros cânceres de sangue, incluindo múltiplo mieloma, linfoma não-Hodgkin e síndrome mielodisplásica.

Sobre venetoclax
Venetoclax é o primeiro de uma nova classe de medicamentos, que seletivamente inibe a proteína BCL-2. Em alguns tipos de câncer no sangue e outros tumores, a BC-L2 impede o processo natural de morte das células do câncer, ou processo de autodestruição chamado de apoptose. Venetoclax tem como alvo a proteína BCL-2 e age para restaurar o processo de apoptose1.
Venetoclax é desenvolvido pela AbbVie e Roche, sendo comercializado conjuntamente pela AbbVie e Genetench, empresa do grupo Roche, nos Estados Unidos, e pela AbbVie, fora dos Estados Unidos.
Venetoclax está aprovado em mais de 50 países, incluindo Estados Unidos e Brasil. AbbVie, em colaboração com a Roche e a Genetech, trabalha atualmente com agências regulatórias ao redor do mundo para tornar este medicamento disponível para outros pacientes que o necessitam.

AbbVie Oncologia
Na AbbVie, nos empenhamos para descobrir e desenvolver medicamentos que proporcionem melhoria transformadora no tratamento do câncer, combinando de forma única nosso profundo conhecimento em áreas fundamentais da biologia com tecnologias avançadas, e pelo trabalho conjunto com nossos parceiros – cientistas, especialistas clínicos, pares da indústria, grupos de apoio a pacientes e pacientes. Nós continuamos focados em gerar estes avanços transformadores no tratamento de alguns dos tipos mais complexos e agressivos de câncer. Com a aquisição da Pharmacyclics em 2015 e Stemcentrx em 2016, nossos esforços de pesquisa e desenvolvimento, incluindo por meio de colaborações, o portfólio da AbbVie consiste em medicamentos já em uso e em portfólio de novas moléculas em avaliação em todo o mundo, por meio de mais de 200 estudos clínicos e mais de 20 diferentes tipos de tumores.
Sobre AbbVie

A AbbVie é uma companhia biofarmacêutica global baseada em pesquisa e desenvolvimento, que tem o compromisso de desenvolver terapias avançadas inovadoras para algumas das mais complexas e críticas condições de saúde do mundo. A missão da companhia é usar seu conhecimento, equipe dedicada e foco em inovação para aprimorar, de forma notável, tratamentos em quatro áreas terapêuticas principais: imunologia, oncologia, virologia e neurociência. Em mais de 75 países, os colaboradores da AbbVie trabalham diariamente para desenvolver soluções em saúde para pessoas ao redor do mundo. Para mais informação sobre a AbbVie, acesse www.abbvie.com. Siga @abbvie no Twitter, Facebook, LinkedIn ou Instagram.

No Brasil, a AbbVie começou a operar no início de 2014. Suas unidades de negócios locais incluem imunologia, neonatologia, virologia e oncologia e, entre suas diferentes áreas de atuação, conduz mais de 50 estudos e projetos clínicos, envolvendo mais de 200 equipes e centros de pesquisa brasileiros. Para mais informações, acesse www.abbvie.com.br
VENCLEXTA[Bula]. [Brasil].: AbbVie Inc.
http://www1.inca.gov.br/estimativa/2018/casos-taxas-brasil.asp
3 National Cancer Institute (2018), EUA Adult Acute Myeloid Leukemia Treatment (PDQ®)–Versão para Paciente https://www.cancer.gov/types/leukemia/patient/adult-aml-treatment-pdq. Acessado em agosto de 2018.
4 National Cancer Institute (2018). Acute Myeloid Leukemia – SEER Stat Fact Sheets. https://seer.cancer.gov/statfacts/html/amyl.html Acessado em Agosto de 2018.
Döhner H, et al. Acute myeloid leukemia. N Engl J Med. 2015;373(12):1136-1152.
6 Preisler HD, et al. The frequency of long-term remission in patients with acute myelogenous leukaemia treated with conventional maintenance chemotherapy: a study of 760 patients with a minimal follow-up time of 6 years. Br J Haematol. 1989;71:189-194.

Previous post

6 hotéis e atrações para curtir antes que o verão acabe

Next post

Ca’d’Oro lança promoção para reservas no site

SPMJ Comunicação

SPMJ Comunicação

Especializados em mídia a SPMJ Comunicação é uma agência dinâmica, habilitada para diversos serviços de comunicação empresarial. Criada em 1986, a SPMJ nasce na efervescência de um novo contexto global: tecnologias midiáticas inovadoras começavam a surgir, a comunicação digital posicionava-se para derrubar as velhas fronteiras, prestes a tornar o movimento virtual o ritmo do cotidiano.

Durante esses 28 anos de história, nos quais novos modelos informacionais nunca cessaram de aparecer, a SPMJ acumulou experiência para transformar-se em guia privilegiado - e personalizado - no preparo de empresas, entidades e movimentos às especificidades dos novos tempos.

Em parceria com grandes agências espalhadas por todos os continentes, atendemos países e corporações de renome mundial nas áreas de aviação, tecnologia, indústria naval e petrolífera, ciência e saúde, educação, cultura e entretenimento, turismo, comportamento, consumo e finanças. A diversidade de segmentos compreendidos em nosso escopo de atuação não apenas atesta o caráter singular da empresa, como, também, demonstra preparo e estímulo para sempre aceitar novos desafios. Para onde o futuro apontar, a SPMJ Comunicação seguirá o mesmo caminho.