Para reduzir os custos dos tratamentos oncológicos e aumentar o acesso dos pacientes com câncer aos medicamentos, cresce a importância do uso dos medicamentos biossimilares. Trata-se de produtos biológicos, feitos de moléculas criadas com organismos vivos, diferentemente dos medicamentos químicos tradicionais, com eficácia e segurança comprovadas cientificamente. Neste cenário, a Biomm, pioneira no segmento de biotecnologia para medicamentos, têm promovido discussões com a comunidade médica e farmacêutica para tratar da contribuição dos biossimilares no avanço científico dos tratamentos oncológicos no país.

O especialista Markus Gifoni, oncologista clínico do Funjiday Oncologia D’Or e do Hospital São Carlos, ressalta que os custos com o tratamento oncológico são objeto de preocupação em todo o mundo. “A chegada dos biossimilares ao mercado representa uma oportunidade inequívoca de ampliar o acesso a medicamentos de alta tecnologia e qualidade de uma maneira sustentável, ampliando o benefício destas drogas a um número maior de pacientes, com mais racionalidade no uso dos recursos”, conta o especialista.

Já a médica oncologista Renata Cangussu, especialista do Hospital Português, do Núcleo da Mama e do Núcleo de Oncologia da Bahia (NOB), afirma que os biossimilares chegaram ao Brasil trazendo a possibilidade de redução de custos dos medicamentos biológicos e, consequentemente, a possibilidade de ampliar o acesso desses remédios, beneficiando uma quantidade maior de pacientes. “É importante que o tema seja debatido, principalmente sobre o processo de produção, trajeto regulatório até que seja aprovado e posteriormente os estudos clínicos disponíveis para que se tenha segurança na incorporação dos biossimilares na prática clínica”, finaliza.

A Biomm realiza constantemente eventos importantes para falar sobre o tema. Os dois últimos, realizados em Porto Alegre e Salvador, contaram com o apoio da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC), uma das principais instituições do setor. O intuito é compartilhar com profissionais da saúde achados recentes no desenvolvimento de biossimilares, incluindo seu processo de avaliação regulatório e discutir a incorporação de biossimilares no Brasil, especialmente no cuidado de pacientes com o câncer.

Sobre a Biomm

A Biomm tem a missão de desenvolver, produzir e comercializar biomedicamentos de competitividade global, com qualidade e acessibilidade. O foco da companhia está no desenvolvimento de insulinas, visando garantir a autossuficiência nacional na produção de medicamentos para diabetes. Com inovação em seu DNA, a companhia é pioneira no setor de medicamentos biotecnológicos no Brasil. Fundada em 2011, tem sede e fábrica em Nova Lima (MG), com capacidade para produzir 20 milhões de frascos de insulina e análogos por ano, por meio tecnologias avançadas e inovadoras que garantem a qualidade dos medicamentos. É listada na bolsa de valores (BVMF:BIOM3). Para mais informações, acesse www.biomm.com.

Previous post

"Precizo" de uma vaga? Erros de português podem atrapalhar a busca pelo novo emprego

Next post

Páscoa criativa: há opções para todos os paladares e bolsos

Máquina Cohn & Wolfe

Máquina Cohn & Wolfe

Criar, construir e proteger marcas para atingir os objetivos do cliente. Essa é a nossa missão.

Somos uma das maiores e mais respeitadas agências de relações públicas no Brasil e fazemos parte da Cohn & Wolfe e do grupo WPP.

Combinamos uma equipe de alto desempenho e experiência para atender demandas por serviços de marketing integrado para companhias brasileiras e multinacionais.