Vigilantes que dormem no trabalho: o que fazer?

Não é de hoje que empresas e condomínios precisam lidar com um o sono de seus vigilantes e porteiros no período noturno. Uma empresa de segurança para condomínios de São Paulo fez uma pesquisa de 2016 indicando que quase 70% de vigias e porteiros que trabalham à noite acabam dormindo em serviço – incluindo sono profundo e pequenas cochiladas.

Esse é um grande problema! Manter um porteiro na guarita ou fazendo ronda em toda a instalação comercial traz despesas maiores em folha de pagamento justamente pelo período trabalhado e a maior reclamação por parte de quem contrata os porteiros e seguranças que dormem durante o expediente:

“Imagine todo o investimento de uma empresa nas mãos de um vigilante que não consegue manter a atenção em um período tão crítico. A segurança fica comprometida para qualquer problema ou emergência. Muitas vezes são esses profissionais que alertam outras equipes quando há algum problema. Estamos falando tanto de invasões e roubos quanto de outros outros sinistros, como focos de incêndio” alerta explica Marcelo Lonzetti, Diretor Comercial e CMO da ztrax.

Quais os motivos do sono?
Podemos apontar diversos, porém, um dos mais comuns é a dupla jornada de alguns profissionais. Com dois trabalhos em diferentes turnos, a noite fica cansativa para muitos vigilantes que fazem da noite um complemento de renda.

“Quando uma empresa contrata serviços de vigilância, precisa pesquisar bem quem estará cuidando do local. O melhor é entender quem está sendo contratado, saber da realidade de cada profissional, seus hábitos e necessidades. Todas as empresas que terceirizam este serviço já fazem este filtro, mas o silêncio da noite e alguma situação de cansaço pode fazer o vigilante descansar em momentos inapropriados. O prejuízo pode ser fatal”.

Solução está na tecnologia
Mesmo com todos estes cuidados de análise do perfil do vigilante por parte de quem contrata, o melhor é contar com tecnologia de ponta para monitorar esta vigilância. O sistema ztrax Ronda faz o monitoramento do que este vigilante ou porteiro está fazendo em tempo real, sem uso de sistemas antigos e ineficientes do passado, como celulares que podem ser facilmente desligados. Este é o único sistema no Brasil que usa checkpoints externos de ronda ilimitados com validação de rondas realizadas em tempo real:

“Os disparos são aleatórios e seu monitoramento compreende métricas como horário de disparo, tempo que demorou para ser desarmado e onde o segurança estava quando desarmou o alerta. Há também botão de pânico e aviso de saída do posto de trabalho com cercas virtuais, gerando alarmes no momento do abandono do posto e até a localização do deslocamento em ambientes abertos”.

Ter vigilante dormindo no posto de trabalho agora é coisa do passado com ztrax Ronda!

Fale com nossos distribuidores oficiais para implementar esta tecnologia que vai ajudar no nível de atenção de seus vigilantes!

Quer ser distribuidor exclusivo ztrax? Fale com a gente agora mesmo!

Siga a gente no Facebook e no Instagram para saber das novidades!

Previous post

Escape Hotel é opção de passeio diferente no Carnaval de São Paulo

Next post

Belo Horizonte recebe segunda loja licenciada ZEISS VISION CENTER

Kakoi Comunicação

Kakoi Comunicação

A Kakoi Comunicação é uma empresa nova que nasce com o objetivo de proporcionar aos clientes os melhores resultados com ações simples, porém focadas em nosso compromisso de abranger qualidade X resultado.

Na Kakoi a necessidade do cliente é uma necessidade nossa. Contamos com equipe especializada em diferentes áreas para garantir a pluralidade dos projetos abrangendo a maior frente possível de comunicação.