Indicado para cirurgias de catarata, retina, córnea e glaucoma, o ZEISS ARTEVO 800 conta com tecnologia de ponta exclusiva para procedimentos de alta precisão 

Referência mundial em tecnologia voltada à saúde ocular, a ZEISS traz ao mercado brasileiro o primeiro e único microscópio digital tridimensional (3D) com tomografia em tempo real durante as cirurgias oculares, o ZEISS ARTEVO 800. Indicado principalmente para cirurgias de altíssima precisão como catarata, retina, córnea e glaucoma, o equipamento possibilita o reconhecimento de estruturas dos olhos de forma rápida, clara e em tempo real. Seu sistema de vídeo com monitor de 55″ 3D/4K e duas câmeras 4K de 3-Chip possibilita uma visão tridimensional com noção de profundidade e melhor acesso à área afetada, sem a necessidade do uso das oculares, proporcionando ao cirurgião maior liberdade de movimento. A solução ainda reduz a intensidade de luz direcional, evitando o ressecamento ocular e a fototoxicidade, conferindo mais conforto e segurança ao paciente.

“Desenvolvido em parceria com mais de 300 cirurgiões oftalmologistas ao redor do mundo, o ARTEVO 800 é um divisor de águas, um marco na história da oftalmologia. Suas características inovadoras, como a visualização em tempo real, melhoram o fluxo de trabalho, garantindo muito mais precisão e conforto, tanto para o cirurgião quanto para o paciente”, explica Jairo Azevedo, diretor da divisão Médica da ZEISS Brasil.

Tecnologia médica em 3D

Um dos principais recursos do ZEISS ARTEVO 800 é o Digital Optics™, que permite visualizar a menor parte do olho e ampliar a imagem do monitor em alta definição (4K) de 55’ polegadas, com resolução 25% maior que os sistemas modulares disponíveis no mercado. A ótica digital também possibilita realizar cirurgias com menor intensidade de luz e profundidade de campo excepcional, oferecendo imagens com cores naturais. A função AdVision™ revela dados em tempo real sem a necessidade de interromper a cirurgia, e mostra imagens de Tomografia de Coerência Óptica (OCT) intraoperatórias, funções de assistência à catarata e posicionamento de lentes de alta tecnologia, além de mostrar parâmetros de facoemulsificação e vitrectomia que ajudam o cirurgião a tomar as melhores decisões.

A conectividade em nuvem do ARTEVO 800 com o software ZEISS Cataract Suite, é outro diferencial, que pode ser adquirido separadamente. Quando adicionado, permite ao especialista acessar remotamente os dados do paciente, de qualquer lugar e a qualquer momento. O ZEISS Cataract Suite é um conjunto de soluções projetadas para obter resultados refrativos altamente precisos no pós-operatório, composto pelo IOLMaster 700, CALLISTO eye, FORUM e OPMI ARTEVO 800. “O ZEISS Cataract Suite, quando usado em conjunto com as demais soluções e conectado ao ARTEVO 800, permite que os cirurgiões pulem muitas das etapas manuais associadas ao implante de lentes intraoculares tóricas, por exemplo, procedimento realizado em pacientes com astigmatismo submetidos à cirurgia de catarata, incluindo marcação pré e intraoperatória e transferência manual de dados. Atualmente, não há outro microscópio que possua tecnologia semelhante à do ARTEVO 800 e acreditamos que a tecnologia empregada permitirá eliminar gradualmente os microscópios ópticos”, finaliza Azevedo.

Recebido com bastante otimismo pela classe médica, o ZEISS ARTEVO 800 foi apresentado no último dia 2 de junho, em um webinar exclusivo para especialistas da área, comandado pelos cirurgiões oftalmologistas Dr. Laurentino Biccas, especializado em Retina – Vítreo e Uveítes, membro da Academia Americana de Oftalmologia e da Associação de Pesquisa em Visão e Oftalmologia (ARVO) da Sociedade Americana de Especialistas em Retina; Dr. Oswaldo Ferreira Moura Brasil¸ membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo e sócio titular da Sociedade Brasileira de Oftalmologia e Dr. André Maia, especialista em Retina e colaborador do setor de Retina e Vítreo na Universidade Federal de São Paulo. O conteúdo do evento está disponível em https://bit.ly/2zwhP5K.

Previous post

Coronavírus: Como cada setor pode se reinventar nesta pandemia?

Next post

Colégio Mary Ward promove campanha do agasalho em sistema de drive-thru

Imprensa

Imprensa