Work from home because pandemic. Remote office. IT specialist conduct online meetings

Já estamos adaptados ao home office? É certo que tivemos que aprender a pilotar o avião em pleno voo, por isso os números de uma recente pesquisa do LinkedIn, com duas mil pessoas sobre trabalho em casa durante a pandemia no Brasil, mostram o seguinte cenário:

–  68% dizem trabalhar até uma hora a mais por dia

– 21% trabalham até quatro horas a mais por dia

 – 24% se sentem pressionados em responder mais rápido e estar online o tempo todo

 – 27% enviam e-mails fora do expediente e 

– 18% dizem estar preocupados em mostrar que estão ocupados com medo de perderem seus empregos

Estes números mostram que ainda há muita incerteza com o home office ou que os colaboradores ainda não se organizaram o suficiente? Karina Pelanda, Coordenadora de Recrutamento e Seleção da RH NOSSA, afirma que o home office veio de uma forma inesperada, mesmo que sempre esteja em pauta no mundo corporativo a possibilidade de fazer um trabalho híbrido:

“Acontece que nunca houve um planejamento de fato. Quando estourou a pandemia tudo veio de uma vez, sem tempo para se adaptar. Agora que se passaram quatro meses com muita gente trabalhando desta forma,  já há a percepção de que este é o modelo que veio pra ficar. Talvez já com aquele revezamento que especialistas imaginavam, com times presenciais, outros em home office que podem ir ao escritório em algum momento específico. O planejamento e o entendimento da nova estrutura está acontecendo somente agora”.

E de onde vem o estresse
O que mais chama a atenção é o de pessoas que trabalham a mais, 68% até uma hora a mais e 21% até quatro horas extras por dia. Para Karina, isso acontece pois, algumas pessoas podem ter a sensação de que não renderam tanto quanto deveriam, passando do horário que deveriam estar trabalhando. A análise da especialista é direta: Pura falta de planejamento e organização.

O resultado é gente trabalhando horas a mais, com grupos de trabalho no WhastApp  estressando tanto a ponto de gerar a Síndrome de Burnout, que é relativa ao esgotamento físico e mental. Tem gente que realmente pensa que precisa estar online o tempo todo, gerando  esse estresse:

“Vamos pensar da seguinte forma: Quando se está em algum projeto ou trabalho em home office, a pessoa já está dedicando um certo tempo para esta atividade, correto? Então o que falta é planejamento, deixar para depois coisas que são secundárias e se organizar para render como se estivesse no escritório físico. Daí fica fácil acabar as atividades sem precisar trabalhar por mais duas, três ou quatro horas por dia,” 

Saber usar as ferramentas que temos
Como ninguém estava esperando e quase nenhuma empresa estava estruturada para o home office, as ferramentas que eram utilizadas para o trabalho remoto no início da pandemia foram sendo modificadas e aprimoradas. Um bom exemplo é o já citado WhatsApp,que por ser bem popular foi logo apropriada:

“É universal. Vamos lembrar que um aplicativo do gabarito do Skype, Zoom ou qualquer outro da família não é acessível para todas as pessoas, pois ocupa muito espaço em alguns aparelhos ou é um pouco complicado de entender seu funcionamento enquanto o WhatsApp já está ali! Ele foi amplamente utilizado para reuniões de trabalho, com clientes ou mesmo para entrevistas de emprego”. 

E, é por ninguém ainda saber usar essas ferramentas adequadamente que surgem dados com o da pesquisa do LinkedIn. A pouca estrutura inicial do home office, sem ferramentas adequadas, fez com que muitos colaboradores se perdessem um pouco na questão tempo de trabalho em casa – e daí vem aqueles que disseram trabalhar do um pouco mais.

Palavra de ordem: Organização!
Sem organização, estas pessoas sempre estarão passando dos seus horários para conseguir dar conta de seus afazeres – além de outros detalhes que geram grandes impactos:

“Não vamos esquecer da instabilidade na conexão doméstica e fatores de distração que englobam cachorro, almoço na cozinha, familiares interrompendo e carro passando pela rua. Para ter um home office minimamente viável, tem que estruturar um ambiente da casa para home office, planejar as atividades para evitar ter cinco ou seis atividades ao mesmo tempo. É muito estressante ter que trabalhar com o cônjuge perguntando, a cada meia hora, que horas vai levar o cachorro para passear” completa Karina.

Acompanhe a gente no Instagram e no Facebook para mais dicas sensacionais! 

Previous post

Maratona Internacional de Manaus promove live sobre a importância da preparação mental para correr 42km

Next post

Colégio Humboldt aborda ensino híbrido em evento online "Conecta Escolas Exponenciais" Live

Kakoi Comunicação

Kakoi Comunicação

A Kakoi Comunicação é uma empresa nova que nasce com o objetivo de proporcionar aos clientes os melhores resultados com ações simples, porém focadas em nosso compromisso de abranger qualidade X resultado.

Na Kakoi a necessidade do cliente é uma necessidade nossa. Contamos com equipe especializada em diferentes áreas para garantir a pluralidade dos projetos abrangendo a maior frente possível de comunicação.