Equilíbrio entre o  planejamento de curto prazo e o de médio/longo prazo e ajustes nos modelos de gestão financeira são essenciais neste momento

Depois de mais de um ano de crise econômica causada pela covid-19, as empresas brasileiras ainda enfrentam desafios, mas em um cenário diferente daquele do começo da pandemia.

“No início da crise, vimos que as empresas conseguiram negociar as suas dívidas com seus bancos, pois foi uma situação inédita no mundo inteiro. Agora, os prazos já passaram, então as empresas têm que ter um planejamento sólido e apresentar aos credores como estão funcionando mesmo em um momento tão adverso. Com a redução de auxílios e programas, o sapato vai começar a apertar um pouco mais”, explica Christine Savignon, diretora da área de Corporate Finance & Recovery da PwC Brasil.

Segundo a diretora, o planejamento é essencial neste momento e é ideal que a empresa consiga balancear de forma saudável os planos de ação de curto prazo com estratégias de médio e longo prazo. “Não adianta a empresa ter grandes objetivos para o futuro, como transformação digital e modernização, se não for capaz de lidar com problemas de curto prazo”.

Para Christine, as companhias têm que saber mapear de maneira eficaz os riscos que podem impactar o seu funcionamento no cenário atual, como riscos de fornecimento, de custo de matéria-prima, avaliar a elasticidade que os clientes têm para acomodar um aumento de preço, se atentar a uma comunicação constante e eficiente com todos os seus stakeholders, mas sem esquecer o longo prazo.

Com o 5G, as mudanças nos modelos de negócios serão ainda mais intensas. Muitos modelos de gestão financeira entraram em descrédito nos últimos anos justamente pela dificuldade em se fazer previsões na medida que as mudanças começaram a acontecer com tanta velocidade. Nesse contexto, o papel do CFO é entender e desenvolver o modelo de criação de valor para a nova economia, além de influenciar e articular essas transformações dentro do negócio.

O tema foi discutido no webinar “Plano de ação e dicas de gestão: como ter um 2021 mais sólido financeiramente?”, transmitido pela Amcham Curitiba (Câmara Americana de Comércio).

SobreaAmcham

AAmcham(Câmara Americana de Comércio) é uma das maiores associações de empresas do Brasil, com 15 filiais em todo o País e mais de 5,2 mil empresas associadas. O objetivo daAmchamé criar um ambiente favorável de negócios por meio de boas práticas de mercado, capacitação profissional e cidadania empresarial. AAmchamvisa facilitar relações empresariais, gerar negócios, ser ponte no relacionamento governamental e internacional, além de prover conteúdos que amplifiquem o conhecimento de seus associados.

Previous post

Meditação do equinócio de primavera nesta segunda, 27 de setembro

Next post

Sabe de quem é a culpa pela sua empresa não vender nada?

Página 1 Comunicação

Página 1 Comunicação