Há muito se fala da deterioração dos recursos naturais, mas se antes era um problema do futuro, agora, tornou-se um problema do presente, e a logística verde pode ser um catalisador de boas práticas para as indústrias e centros de distribuição.  As empresas que possuem uma atitude mais consciente da necessidade de desenvolver alternativas verdes para seus negócios já adotam o conceito de logística reversa, mas podem ir além com o conceito de logística verde – que, também, é excelente para a imagem de qualquer negócio.

Redesenhar embalagens, por exemplo, está se tornando tendência por usar menos material e reduzir o uso de energia e poluição do transporte e essas ações podem ser melhor colocadas no âmbito da logística verde:

“Entra nesta conta ecológica, também, reutilização de contêineres, reciclagem de materiais de embalagem. Ações como redesenhar a mesma embalagem e utilizar menos materiais na sua confecção” explica Renato Pádua, Gerente Comercial da CWBem.

O especialista explica que a logística verde se torna mais notória quando se mede o impacto ambiental que ocorre durante o desenvolvimento da logística tradicional para, a partir dessa medição, surgirem propostas que buscam reduzir o impacto negativo:  “A logística verde ajuda a logística tradicional a cumprir suas tarefas de forma eficiente, segundo os critérios ambientais que se pretende alcançar”.
Como implementar a logística verde
A primeira ação é criar metas para a redução de desperdícios de insumos na base e a criação de cronogramas para manutenção preventiva da frota, de modo a manter os veículos em bom estado – veículos que poluem menos, consomem menos combustível.

Em seguida, a empresa precisa adotar uma política de logística reversa e, ao mesmo tempo, práticas de coleta seletiva, reaproveitamento e reciclagem de resíduos.

Outras práticas, como a adoção de tecnologias limpas para reduzir a poluição causada pelos meios de produção ou processos internos e otimizar processos relacionados ao transporte, agilizando as entregas por meio de roteirização eficiente, também devem fazer parte deste escopo.

“A logística verde deve pensar em soluções capazes de reduzir o consumo de combustível e a emissão de gases poluentes. São ações que causam impactos positivos para o meio ambiente e trazem benefícios para a imagem do negócio” conclui.

Previous post

SSAB apresenta benefícios e aplicações do aço Hardox® na Brasmin

Next post

Dia do Hambúrguer (28/5): 9 opções em Curitiba que vão além do “pão, carne e queijo”

Kakoi Comunicação

Kakoi Comunicação

A Kakoi Comunicação é uma empresa nova que nasce com o objetivo de proporcionar aos clientes os melhores resultados com ações simples, porém focadas em nosso compromisso de abranger qualidade X resultado.

Na Kakoi a necessidade do cliente é uma necessidade nossa. Contamos com equipe especializada em diferentes áreas para garantir a pluralidade dos projetos abrangendo a maior frente possível de comunicação.