O comércio eletrônico, ou e-commerce, vem seguindo uma tendência ascendente há muitos anos. Tanto nacional, como internacional, cada vez mais empresas optam por se adaptar às tendências do comércio eletrônico segundo o estudo realizado pela Statista sobre Comércio Eletrônico – que constatou alguns detalhes curiosos.

Com as vendas globais de comércio eletrônico no varejo, os valores podem chegar a US$ 5,42 trilhões em 2022 em todo o mundo.  Até o final de 2024, a previsão é de que o número atinja US$ 6,39 trilhões e, em dez anos, o volume de negócios seria multiplicado em seis vezes, como explica Keslen de Andrade Deléo, Consultora de Tecnologia do Farol do E-commerce:

“A China é o primeiro país para vendas de comércio eletrônico no varejo. Durante o auge da pandemia, as vendas globais de comércio eletrônico no varejo cresceram mais de 25% com o país oriental liderando esses números – tudo graças ao comércio online. Essa fatia de mercado pode ser ocupada por lojas online do Brasil facilmente, desde que o comércio online esteja preparado, uma loja virtual que sigam as boas práticas”.

Tendências de comércio eletrônico para 2022
O potencial do comércio eletrônico é ilimitado. Qualquer empresário ou proprietário de um negócio de comércio eletrônico deve levar esses dados em consideração para entender melhor a direção em que as vendas online estão indo.

1 – Inteligência artificial
 “As lojas online usam inteligência artificial e aprendizado de máquina para oferecer aos consumidores uma experiência de compra mais personalizada, fazendo recomendações inteligentes de produtos e usando a pesquisa antecipada”.

2 – As compras por telefone continuarão a aumentar
 “Essa é uma das tendências de e-commerce mais populares. Segundo dados divulgados pela empresa Statista, 57% dos pedidos de compras online vêm de smartphones. As empresas que estão optando pelo comércio eletrônico estão fazendo todo o possível para melhorar a experiência de compra por dispositivos móveis, como melhorias de usabilidade, notificações push ou o aumento dos métodos de pagamento”.

3 – Compras nas redes sociais
“Cada vez mais usuários confiam nas redes sociais para tomar suas decisões de compra. Uma grande porcentagem desses usuários gostaria de comprar um produto diretamente da própria rede social, que já é uma forma de compras online”.

4 – Aumento do uso de chatbots
 “Os chatbots ganharam espaço no atendimento ao cliente. Hoje, um número crescente de compradores prefere conversar com bots e outras ferramentas digitais de autoajuda. Apostar em assistentes virtuais elimina qualquer barreira de limites de tempo, pois permitem que o usuário faça consultas a qualquer momento”.

5 – A pesquisa por voz continuará a evoluir
 “Gradualmente, essa nova forma de busca está se firmando. Os usuários estão cada vez mais usando a pesquisa por voz de seus tablets, smartphones e assistentes de voz. Para ter uma referência, 42% dos britânicos usam a pesquisa por voz diariamente de acordo com dados do próprio Google

vendas online, vendas , comércio eletrônico, comércio online, loja online, loja virtual, vender pela internet, internet loja, chatbots,tablets, e-commerce, farol do e-commerce, Statista , Comércio Eletrônico, como abrir uma loja online

Previous post

Comércio de Curitiba espera alta nas vendas para o Dia dos Namorados

Next post

Livro traz contemplações e reflexões sobre a vida nossa de cada dia

Kakoi Comunicação

Kakoi Comunicação

A Kakoi Comunicação é uma empresa nova que nasce com o objetivo de proporcionar aos clientes os melhores resultados com ações simples, porém focadas em nosso compromisso de abranger qualidade X resultado.

Na Kakoi a necessidade do cliente é uma necessidade nossa. Contamos com equipe especializada em diferentes áreas para garantir a pluralidade dos projetos abrangendo a maior frente possível de comunicação.