06 jul 2016

Logística reversa: Ganhos financeiros e ecológicos para a indústria

  De acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (estabelecida pela lei 12.305 de 2/08/2010) que está em vigor desde 2014, a logística reversa é definida como: “…instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada”. É notório que a indústria já entende e absorve as vantagens da logística reversa que engloba o possível retorno de resíduos sólidos para as empresas de origem e, consequentemente, evita poluição ou contaminação de matas, rios, solos,

0
05 jul 2016

O papel dos fundadores e dos herdeiros em momentos de crise

Em uma empresa familiar, tanto fundadores quanto herdeiros devem ser capazes de tomar frente em decisões e manter a perenidade das atividades de suas empresas, independente da situação econômica/política que estejam atravessando. Dentro das boas práticas da governança corporativa é importante estes atores conheçam muito bem qual são seus papeis como gestores não apenas quando há cenários de crise como o instaurado atualmente no Brasil, mas para todos os momentos da empresa – sejam estes, bons ou ruins.    “As empresas padecem de fortes lideranças que saibam conduzir seus negócios nos momentos de abundância e, principalmente, nos momentos difíceis como este em vivemos atualmente” assinala Eduardo Valério, diretor-presidente da JValério,

0
29 jun 2016

Conflitos entre Famílias na Empresa: Como Evitar?

Qualquer organização está passível de conflitos internos e estes momentos de tensão e apreensão podem ajudar no desenvolvimento e na maturidade dentro do sistema de gestão, mas alguns destes embates também geram desconfortos e desgastes desnecessários. Existem conflitos internos nas empresas familiares, e que envolvem os três subsistemas (o familiar, da gestão e societário) que são clássicos e podem ser detectados e evitados com bastante eficácia. Eduardo Valério, diretor-presidente da JValério, especializada em empresas familiares, aponta quais são as conflagrações mais comuns envolvendo os subsistemas de gestão: 1 – Papel do Filho do Sócio x Papel do Gestor da Empresa O primeiro conflito é justamente aquele envolvendo o papel do

0
27 jun 2016

Projetos personalizados de embalagens para exportação e logística garantem qualidade no transporte

A indústria constantemente busca soluções para reduzir custos e minimizar o desperdício de matéria-prima durante todo o seu processo produtivo, incluindo a questão das embalagens. Mais do que facilitar a movimentação e estocagem de grandes volumes industriais, a embalagem precisa ser criada exatamente dentro das especificações que cada produto requer. É bom salientar que a embalagem tem a função clara de proteção, agrupando e facilitando o transporte e a armazenagem, mas cada cliente possui as suas necessidades e requer soluções diferenciadas, e esse diferencial precisa ser levado em consideração. Uma dessas soluções tem um nome tão extenso quanto as suas aplicações: Máquina Extrusora Vertical para Filme Cobertura e Termoencolhível de

0
22 jun 2016

Vantagens da contratação do trabalho temporário para a indústria

Hoje o mercado está buscando o trabalho temporário muito mais do que antes. Quando há incertezas políticas no mercado e as empresas precisam entregar certa demanda em um curto espaço de tempo não pode inchar a sua folha de pagamento neste momento, aí entra o temporário. Clodoaldo Barbosa, executivo da Nossa Gestão de Pessoas e Serviços, explica quais são os motivos que fazem do trabalhador terceirizado um recurso tão buscado atualmente: Contratos enxutos O trabalhador temporário pode ser utilizado por até três meses com contrato que pode ser prorrogado por até mais três ou até rescindido antes do prazo sem problema algum: “É uma mão de obra que você pode

0
21 jun 2016

Quando é o momento de definir o processo de governança corporativa?

Quando falamos em Governança Corporativa, alguns gestores podem ter a falsa impressão de que se trata de modismo dos livros de gestão, mas não é. Ter um processo de governança é inexorável, pois a empresa será mais exigida em algum momento, e não é necessário ter milhares de funcionários ou milhões de dólares de faturamento: basta ter sócios, gestão e familiares, que são os pré-requisitos para montar minimamente um processo de governança que define papéis e responsabilidades destes sócios em relação ao negócio. E quando fazer isso? Eduardo Valério, diretor-presidente da JValério, especializada em empresas familiares, vai direto ao ponto: Desde o momento em que a empresa é criada: “O

0
14 jun 2016

Em tempos de Lava Jato, professor da FDC estará em Curitiba falando sobre Ética e Responsabilidade nas Empresas.

Nos dias dia 17 e 18/06, a JValério realiza o encontro do Programa de Especialização em Gestão de Negócios com o professor Leonardo Coelho, mestre em administração pela Fundação Dom Cabral/PUC Minas. Leonardo é  presidente da Fundamig – Federação Mineira das Fundações de Direito Privado e Presidente do Instituto Intersector. O tema deste encontro será Ética e Responsabilidade Social nas Empresas Familiares. A ética e a responsabilidade social são fundamentais às organizações contemporâneas de qualquer característica. Nas empresas familiares, as especificidades da empresa devem ser observadas e exploradas para que a gestão socialmente responsável gere vantagem competitiva e reforce a sustentabilidade da empresa e, em especial, nas relações familiares, onde

0
07 jun 2016

Empreendedores precisam saber contratar

Já repararam que ultimamente está cada vez mais corriqueiro ouvir histórias sobre profissionais buscando novos negócios por conta própria? Tem engenheira industrial abrindo uma assistência técnica de computadores.  Ou mesmo aquele seu amigo contador arriscando tudo em um food truck, esses caminhões de comida.  Pois então, se você conhece alguém assim – ou se você está nessas condições – saiba que a crise é a mola propulsora desta onda de empreendedorismo. A boa notícia é que esses novos empreendimentos também significam novas oportunidades para quem está buscando uma recolocação no mercado de trabalho. Jéssica França, assistente comercial da NOSSA Gestão de Pessoas e Serviços,  explica que há uma demanda de

0
06 jun 2016

O desafio de transportar siderurgia com eficiência e segurança

Exportar tornou-se  aposta para a indústria siderúrgica nacional mesmo com os desafios mais do que evidentes.  Existe o cenário, ainda incerto, de crise mesmo após as recentes mudanças políticas, fato confirmado por  Marco Polo de Mello Lopes,  presidente do Instituto Aço Brasil (IABr), que afirmou em entrevistas que a crise é mais forte do que a ocorrida em 2008 quando o país vinha de crescimento forte no setor que estava capitalizado.    Com uma sobreoferta de aço mundial gerada pela demanda chinesa, que aumenta consideravelmente a concorrência, exportar é um bom negócio mas é preciso ter atenção com o transporte de produtos da indústria pesada e de projetos especiais.  

0
31 maio 2016

Vale o esforço para a recuperação judicial de uma empresa familiar?

Se antigamente as empresas familiares nem cogitavam uma intervenção para evitar a falência da sua companhia por simples vergonha ou orgulho, hoje o conceito mudou e o vergonhoso seria deixar a empresa morrer sem tentar fazer nada por ela. Eduardo Valério, diretor-presidente da JValério, especializada em empresas familiares, conta que quando chega um momento crítico a sua origem e causa são financeiros: “em uma empresa não familiar, as medidas drásticas são tomadas de forma mais rápida e radical.  A empresa familiar, pela sua própria cultura, tem relutância maior em fazer mudanças profundas na empresa com desligamentos expressivos e fechamentos de unidades de negócios. Em uma empresa familiar isto demora sempre

0