05 set 2019

Currículo online: Somente ele vai te dar trabalho

Currículo online já superou o currículo impresso há muito tempo. Imaginemos uma pessoa levando um currículo no papel até uma loja qualquer que não esteja contratando. As chances deste documento ser armazenado e utilizado tão logo abra uma vaga é muito pequena, pois o papel, em via de regra, acaba perdido. A pessoa até é lembrada, mas como o gestor do negócio vai encontrar o candidato que passou por lá no mês passado? Trocando em miúdos, o candidato gastou energia para nada. A melhor saída, nas palavras da coordenadora de recrutamento e seleção da RH NOSSA, Eliane Catalano, é cadastrar este currículo em todos os sites de emprego possíveis. A

0
04 set 2019

Cantar em inglês pode alavancar artistas brasileiros nos EUA 

Cantar em inglês pode alavancar artistas brasileiros nos EUA  Cantar em inglês abre portas internacionais e a maior prova disso é a banda brasileira com maior sucesso no exterior: o Sepultura. Além da qualidade musical, o inglês foi preponderante para a exposição internacional da banda de thrash metal. Também pudera! O inglês é a língua mais falada do mundo — não em número de pessoas, mas geograficamente. É impossível projetar-se no mundo de quem “conversa” com todas as instâncias do mercado internacional — grandes gravadoras, empresários, músicos, engenheiros e o consumidor final — sem falar o idioma deles: “E note que o caso do Sepultura é curioso, pois no início

0
28 ago 2019

Trabalhar em empresas de pequeno porte é oportunidade de crescimento

Se a sua meta de emprego é estar apenas nas grandes empresas, montadoras e fábricas de renome, é melhor rever este conceito. Quando o candidato concentra seus esforços apenas em uma grande empresa, as hipóteses de sucesso são bem menores. A visão de trabalhar apenas em uma grande empresa é limitadora, porque aquele profissional vai trabalhar somente em uma parte daquela organização.  A coordenadora de recrutamento e seleção da RH NOSSA, Eliane Catalano, explica que quando um candidato consegue uma oportunidade em uma empresa de porte menor, uma startup, por exemplo, acaba tendo experiência e muita bagagem, adquirindo uma visão generalista que é um diferencial. Nestes desafios, o candidato aprende

0
15 ago 2019

Por que materiais didáticos para ensino de inglês não funcionam no Brasil?

Por que materiais didáticos para ensino de inglês não funcionam no Brasil?  Materiais didáticos para ensino de inglês são os queridinhos das escolas de idiomas. Apostilas e livros de exercícios são empurrados para todos os alunos trazendo resultados pífios. É fácil perceber que estes supostos materiais didáticos de inglês não funcionam e, agora, você vai entender o porquê.   Dan Camillo, VP Sales and Customer Development da GO15, startup de tecnologia para área de ensino, no Brasil existem duas vertentes de ensino de inglês que utilizam materiais didáticos de maneira equivocada:  – Escolas que utilizam materiais importados, porém, genéricos;– Escolas que produzem materiais próprios, mas com pouca qualidade Materiais Estrangeiros,

0
24 jul 2019

As escolas tradicionais de inglês fracassaram! Entenda os motivos e saiba o que fazer!

As escolas tradicionais de inglês fracassaram! Entenda os motivos e saiba o que fazer! Atividades exaustivas, decoreba e aulas infindáveis são características comuns de escolas de idiomas, muitas vezes até com metodologias ultrapassadas. Estas instituições focam no ensino da gramática ou trabalham com músicas nativas da língua para os estudantes se acostumarem com a pronúncia. Estes são métodos que geram pouco resultado no aprendizado.  Mas não pode estudar gramática ou escutar música inglês? Pode! Mas como complemento. Para aprender de maneira rápida e objetiva é importante estudar através de uma metodologia específica para o aprendizado.  A forma mais eficiente de aprender outro idioma é através da imersão diária. Fragmentar um

0
18 jul 2019

Novo trabalho? Cinco dicas de ouro para impressionar seus novos chefes

Novo trabalho? Cinco dicas de ouro para impressionar seus novos chefes Assim que conseguimos um novo trabalho, vem o chamado “período de prova”. São 90 dias intensos em que o novo contratado precisa mostrar que a escolha da empresa foi a mais acertada possível! Que tal seguir estas dicas da Eliane Catalano, coordenadora de recrutamento e seleção da RH NOSSA, para impressionar seus novos gestores e tentar garantir a sua permanência na empresa? Preparo é tudo Esteja preparado antes mesmo de começar a trabalhar! Vale pesquisar sobre a empresa na Internet ou com conhecidos, o que ela faz, qual é o seu histórico, o que ela vende (produtos, serviços, etc),

0
02 jul 2019

Intensivos de inglês não funcionam e te fazem perder tempo e dinheiro, diz especialista

Na urgência de encontrar uma vaga no mercado de trabalho, é comum buscarmos novos conhecimentos que servirão como diferenciais para a encontrar a tão sonhada vaga – e o inglês é um bom exemplo. A língua inglesa é requisito para diversas atividades fazendo com que a pessoa que não saiba nada deste idioma corra atrás de algum curso para aprender o mais rápido possível. E, é aí que surge uma das maiores armadilhas do mercado:  O curso intensivo de inglês!  Pode reparar no número de anúncios de cursos de inglês que oferecem o chamado “intensivão”, prometendo que a pessoa vai aprender a falar em tempo recorde como mágica.  Esta modalidade

0
27 jun 2019

Como funciona uma consultoria de RH

Centenas ou até mesmo milhares de currículos são recebidos quando uma vaga de emprego é anunciada. É tanta gente querendo a mesma posição que é impossível escolher os melhores sem a ajuda de especialistas em recrutamento e seleção. Já parou para pensar em como é feita esta “mágica” de pegar milhares de candidatos e escolher os mais qualificados? O coordenador de Recursos Humanos da RH NOSSA, Pedro Gonçalves de Lima, explica que primeiro é feito o alinhamento de quem vai realizar o processo de recrutamento e seleção com o cliente. Essa consultoria serve para entender quais são as necessidades da empresa e alinhar as características da vaga com o perfil

0
19 jun 2019

Apenas 3% dos brasileiros falam inglês fluentemente

O índice de proficiência em Inglês ainda é muito baixo em países em desenvolvimento. Na América Latina, por exemplo, a Argentina é o único país que demonstra índice de proficiência aceitável, o que representa uma incrível oportunidade de negócio. Já no Brasil, somente 3% da população é fluente em inglês – e este número é o mesmo há pelo menos 20 anos. Para Kadu Nogueira, co-fundador da GO15,  StartUp de tecnologia para área de ensino, estes números demonstram que todas as escolas de idiomas no Brasil falharam no seu compromisso em ensinar inglês: “Há um número incontável de cursos de baixíssima qualidade, que prometem inglês como passe de mágica. Lembrando

0
10 jun 2019

Aprender inglês sem cursinhos e sem complicação é aliado da vida moderna

Com o Smartphone é possível fazer de tudo – desde um simples pedido de comida até um curso à distância, passando pelo aluguel de casas em outros países – e esta tecnologia também faz está sendo utilizada no ensino de idiomas.  Mas não pense que basta baixar um aplicativo qualquer para sair falando inglês fluentemente do dia para a noite. Kadu Nogueira, co-fundador da GO15,  startup de tecnologia para área de ensino, as pessoas que querem aprender inglês através da tecnologia precisam de estrutura inovadora que seja diferente de qualquer outra solução tradicional do mercado: “O aluno navega em um ambiente no qual ele entende qual sua participação no processo

0