25 nov 2019

Como pais podem acompanhar a vida online do filho?

Claudio Oliveira, orientador educacional do Colégio Humboldt, explica como as famílias podem orientar jovens em relação à segurança digital Acompanhar as atividades dos adolescentes nos smartphones e outros dispositivos e estabelecer horários de navegação são dicas imprescindíveis para o uso seguro e saudável na web, evitando exposição excessiva e riscos à vida offline. “Os pais podem proteger os filhos dos perigos da internet estando atentos ao tempo do uso e o que eles buscam na web, estipulando as horas que passam online e outras atividades”, diz Claudio Oliveira, orientador educacional do Ensino Médio do Colégio Humboldt, – instituição bilíngue e multicultural (português/alemão) localizada em Interlagos (SP). Além disso, as famílias

0
21 nov 2019

Em escola pública de Hortolândia, projeto “Curtas de Animação” desenvolve desenho animado com os alunos

O projeto cultural “Curtas de Animação”, do Núcleo de Cinema de Animação de Campinas (NCAC), finaliza mais um ano de atividades com uma nova oficina de animação, agora em Hortolândia/SP, com um grupo de alunos da Escola Estadual Jardim Aline, no Jardim Santiago. Em cinco encontros, o primeiro no dia 06 de novembro e o último no dia 27, os participantes vão produzir um curta-metragem em desenho animado que, depois de finalizado, será exibido em sessão aberta na escola, e, junto com o making-of, vai virar um DVD.  “Curtas de Animação – 3ª edição” é um projeto cultural realizado em parceria com a Direção Cultura, através do Programa de Ação Cultural

0
21 nov 2019

Fluência em inglês para encontrar trabalho em 2020 é um ótimo caminho

Fluência em inglês para encontrar trabalho em 2020 é um ótimo caminho Saber uma segunda língua era um diferencial no currículo e hoje saber inglês é quase uma exigência para algumas vagas de empregos. Então, se em todos os currículos possíveis o item “inglês” está presente, o que vai pesar ao seu favor quando um recrutador analisar o tema do inglês? A resposta é: fluência. Por incrível que pareça, o índice de proficiência em Inglês – que é o termo utilizado para ‘inglês fluente’ – ainda é muito baixo no Brasil.  Somente 3% da população é fluente em inglês, número que não muda há pelo menos 20 anos. Com um

0
24 out 2019

Associação Griots oferecem oficina gratuita de contação de histórias no dia 26 em Campinas

No mês dedicado aos professores e às crianças, a Associação Griots – Os Contadores de Histórias promove uma oficina especial de contação de histórias na CEPROCAMP (Centro de Educação Profissional de Campinas), no dia 26 de outubro (sábado), das 14h às 17h. O curso será ministrado pela Cie. Aqua, de São Paulo, e, além de servir como atividade de aprimoramento para os próprios voluntários Griots, é uma atividade aberta, voltada especialmente para professores, educadores e voluntários que queiram desenvolver e aprofundar suas habilidades na contação de histórias infantis.  Contar histórias em hospitais e lares de idosos é o centro das atividades dos voluntários da Associação Griots – Os Contadores de

0
26 set 2019

Existem erros cometidos por brasileiros na hora de falar inglês que as escolas tradicionais não corrigem. Essa falta de atenção com o aluno acontece pelo sistema criado e perpetuado em que a permanência do aluno nesses cursos é mais importante do que o seu aprendizado, criando um círculo vicioso que prende o postulante à língua inglesa em uma espiral comercial. Em outras palavras, os cursos de inglês tradicionais não querem seus alunos falando inglês perfeitamente para não perder uma receita recorrente. Aqui estão os 05 erros mais cometidos por brasileiros que escolas não corrigem, de acordo com a equipe multidisciplinar da GO15, startup de tecnologia para área de ensino.   

0
09 set 2019

Projeto “Curtas de Animação” promove nova oficina em escola pública de Campinas

Em seu terceiro ano, o projeto cultural “Curtas de Animação”, do Núcleo de Cinema de Animação de Campinas (NCAC), realiza a segunda oficina do ano, agora em Campinas/SP, com um grupo de alunos da EMEF João Alves dos Santos. Os participantes estão desenvolvendo um curta-metragem em desenho animado durante os cinco dias da oficina, que seguem até 11 de setembro. Em abril, uma oficina na E. E. Profª. Maria Cristina de Souza Lôbo, no Jardim Nova Europa, em Hortolândia, deu origem ao curta “A Consequência dos seus atos”, sobre a questão ambiental. “Curtas de animação – 3ª edição” é um projeto cultural realizado em parceria com a produtora Direção Cultura,

0
26 ago 2019

Inglês fluente passa a ser requisito para atores globais em projetos

Inglês fluente passa a ser requisito para atores globais em projetos Inglês fluente é a nova tendência dentre os atores da Globo desde que foi firmada uma parceria com a Sony Pictures. A partir de setembro, muitos atores serão preparados para as gravações da minissérie “Anjo de Hamburgo”, de  Mário Teixeira e Rachel Anthony, que envolverá atores brasileiros e estrangeiros. Nem os famosos escaparam da necessidade de falar inglês… E demorou para esse movimento acontecer, uma vez que o inglês é a língua mais importante do mundo. Ninguém nega que é a língua oficial dos negócios, da tecnologia, da ciência e do entretenimento  – além de ser falada por 20%

0
20 ago 2019

Pare de perder dinheiro! Cursos de inglês tradicionais não funcionam.

Pare de perder dinheiro! Cursos de inglês tradicionais não funcionam. Já percebeu que os cursos de inglês tradicionais que você conhece não funcionam? Provavelmente esta sensação já passou pela sua cabeça. Também pudera! O conceito tradicional de escola de inglês não considera que as pessoas são diferentes e necessitam de estímulos diferentes para aprender, além de possuírem materiais didáticos genérico e não considerarem particularidades culturais. Quer um exemplo? Os brasileiros têm dificuldade para pronunciar “TH” (thank, there) e aprender Presente Perfeito (I have done), coisa que não acontece com os nossos hermanos latino americanos.  “As escolas têm um cronograma a ser seguido acontece duas coisas Ou o aluno com dificuldade

0
15 ago 2019

Por que materiais didáticos para ensino de inglês não funcionam no Brasil?

Por que materiais didáticos para ensino de inglês não funcionam no Brasil?  Materiais didáticos para ensino de inglês são os queridinhos das escolas de idiomas. Apostilas e livros de exercícios são empurrados para todos os alunos trazendo resultados pífios. É fácil perceber que estes supostos materiais didáticos de inglês não funcionam e, agora, você vai entender o porquê.   Dan Camillo, VP Sales and Customer Development da GO15, startup de tecnologia para área de ensino, no Brasil existem duas vertentes de ensino de inglês que utilizam materiais didáticos de maneira equivocada:  – Escolas que utilizam materiais importados, porém, genéricos;– Escolas que produzem materiais próprios, mas com pouca qualidade Materiais Estrangeiros,

0
02 ago 2019

Como aprender inglês economizando até 80%

Já colocou na ponta do lápis quanto custa fazer um cursinho de inglês? Tem que pagar a matrícula, o semestre, o material didático e demais valores periféricos como deslocamento, estacionamento e comer alguma coisinha no intervalo. As cifras são realmente altas se compararmos com a revolução que as startups estão promovendo para ensinar outros idiomas.   Antes de mais nada, vale lembrar que a principal estratégia destes cursinhos é nunca revelar diretamente estes valores. A primeira coisa que eles fazem é te convidar para uma reunião na sede deles e, uma vez ali, utilizam milhares de argumentos para te convencer de que aquele cursinho é a melhor solução.  Para esta amostragem,

0